Vítima de Um Copo - Zé Neto e Cristiano | Letra da Música

Um Acervo de Letras de Músicas de A a Z

Vítima de Um Copo - Zé Neto e Cristiano - Letra da Música







Quem bate esquece, quem apanha não
Pra cada ação tem uma reação
O preço do meu erro
Eu tô pagando com a solidão

E o que mais me dói é saber
Que as noites vão amanhecer sem você
Aí só Deus sabe como vai ser

O brinco que você usou
Na ultima vez que a gente ficou ainda está aqui
Você deixou pra trás
E esqueceu como esqueceu de mim

Aconteceu trair, até me diverti
E consequentemente, eu terminei sozinho
Eu reneguei um amor, feri a minha flor
Quando as flores se fecham sobram só espinhos

Aconteceu trair, até me diverti
E consequentemente eu terminei sozinho
Eu reneguei um amor, feri a minha flor
Quando as flores se fecham sobram só espinhos

Sei que perdi o foco
Perdão, eu só fui vítima de um copo

E o que mais me dói é saber
Que as noites vão amanhecer sem você
Aí só Deus sabe como vai ser

O brinco que você usou
Na ultima vez que a gente ficou ainda está aqui
Você deixou pra trás
E esqueceu como esqueceu de mim

Aconteceu trair, até me diverti
E consequentemente, eu terminei sozinho
Eu reneguei um amor, feri a minha flor
Quando as flores se fecham sobram só espinhos

Aconteceu trair, até me diverti
E consequentemente eu terminei sozinho
Eu reneguei um amor, feri a minha flor
Quando as flores se fecham sobram só espinhos

Sei que perdi o foco
Perdão, eu só fui vítima de um copo
Sei que perdi o foco
Perdão, eu só fui vítima de um copo

Compartilhe Vítima de Um Copo - Zé Neto e Cristiano | Letra da Música