Menina Má (part. Melanina Carioca) - Nego do Borel | Letra da Música

Um Acervo de Letras de Músicas de A a Z

Menina Má (part. Melanina Carioca) - Nego do Borel - Letra da Música







Agora eu vou contar uma história
Guardada na memória
Vou cantar

Na letra são segredos
E história na rima
Eu mando agora o que será
Por quê será?

Por ser uma menina má
Ser sua melanina
Eu sou sua menina má
Ah ah ah

Por ser uma menina má
Ser sua melanina
Eu sou sua menina má
Ah ah ah
Então aceita, nego

Não desaparece
Finge que me esquece
E na hora rola estresse
Você não me merece
Sentimento padece

E me enfraquece
Me deixa louco
Não sai da minha mente

Arpoador, Copacabana, Leblon, Leme, Ipanema
As minas pira no sol forte
De biquini, rouba cena
Esse é o esquema
Esse é o sistema
Eu sou da paz
Não quero arrumar problema

Já tá chegando a hora
Um banho eu vou tomar
Vou escolher em qual balada hoje eu vou piar

Escolhe o tênis
Prepara o traje
Aqui na cara do portão lá da garagem

Aro 17, estrela
Girando sozinho
Carro parado, vidro preto, teto solar
À procura de um caminho
Andando sem destino
Buscando inspiração de frente pro mar

Onde será que você estava?
Quando te procurei você não me falou nada
Batalhando feito um louco pelo amor
Você não dá valor
Insistiu nos erros
Abalando as estruturas do meu sentimento

Assim eu não aguento
Assim eu não te entendo
Então me dá um tempo (ah, não!)
Por que será?

Por ser uma menina má
Ser sua melanina
Eu sou sua menina má
Ah ah ah

Por ser uma menina má
Ser sua melanina
Eu sou sua menina má
Ah ah ah
Então aceita, nego

Não desaparece
Finge que me esquece
E na hora rola estresse
Você não me merece
Sentimento padece

E me enfraquece
Me deixa louco
Não sai da minha mente

Arpoador, Copacabana, Leblon, Leme, Ipanema
As minas pira no sol forte
De biquini, rouba cena
Esse é o esquema
Esse é o sistema
Eu sou da paz
Não quero arrumar problema

Já tá chegando a hora
Um banho eu vou tomar
Vou escolher em qual balada hoje eu vou piar

Escolhe o tênis
Prepara o traje
Aqui na cara do portão lá da garagem

Aro 17, estrela
Girando sozinho
Carro parado, vidro preto, teto solar
À procura de um caminho
Andando sem destino
Buscando inspiração de frente pro mar

Onde será que você estava?
Quando te procurei você não me falou nada
Batalhando feito um louco pelo amor
Você não dá valor
Insistiu nos erros
Abalando as estruturas do meu sentimento

Assim eu não aguento
Assim eu não te entendo
Então me dá um tempo

(Ah, não!) Por que será?

Por ser uma menina má
Ser sua melanina
Eu sou sua menina má
Ah ah ah

Por ser uma menina má
Ser sua melanina
Eu sou sua menina má
Ah ah ah
Então aceita, nego

Compartilhe Menina Má (part. Melanina Carioca) - Nego do Borel | Letra da Música